INVERNO

COMER, BEBER, DORMIR

EIS A ORDEM DA ESTAÇÃO

 

Hibernar, acredite amigo, a ordem é fazer o mínimo, seguir os mestres agir pelo não agir.

Se você quer colher os frutos da sua energia no Outono obedeça a Natureza do inverno.

 

A energia do inverno decresce e se interioriza de modo inverso a energia do verão no inverno a energia flui para baixo e para dentro do corpo mantendo o movimento orgânico em seu estado minimo o suficiente para a sobrevivência para a germinação. A ordem para essa estação é fechar e armazenar e temos que manter nosso ambiente aquecido com estrita prevenção contra o frio deitar-se ao pôr do sol e se levantar com a luz solar; deve-se abrigar o espírito e mantê-lo em repouso. Não faça exercícios em excesso evite ao máximo o transpirar, guardar-se não abra os poros ao ar livre, feche-se em academia para exercitar o físico e conserve o espírito em silencio das aspirações das ansiedades. Quem não segue esse princípio sofrerá de flacidez muscular e friagem nas extremidades na primavera por não se preparar adequadamente para o Surgimento o Florir.

Primavera

A primavera é a estação das flores nela a energia esta em alta, cresce e se expande, se abrindo como a semente que brota após o aconchego do inverno se transformando numa frondosa árvore, observando a natureza os orientais concluíram que a energia da primavera gera o elemento madeira, nós humanos temos os pés no chão o que comparado a uma árvore seria uma raiz, também, temos um tronco e os braços como galhos.

A energia que flui para o alto e para o exterior no caule e na copa de uma árvore é potencializada na primavera e no homem essa energia o coloca numa postura ereta com equilíbrio muscular a tal ponto que a ocorrência de tonteiras e quedas frequentes demonstram desequilíbrio na energia da primavera.

A floração da primavera alegra nossos olhos e perfumam o ambiente, e as flores sofrem com a ação dos ventos que, também, fustigam nossos olhos desse modo a visão é o sentido ligado a primavera e o vento a energia que mais afeta a energia da primavera.

A partir da semente do inverno que se abre na primavera e cresce observaram os orientais que o equilíbrio da energia da primavera nos dá a visão interior a qual nos proporciona o autoconhecimento e assim a paz na consciência o planejar com segurança, o imaginar, criar e a paciência. Daí a indecisão a dificuldade no planejamento, a falta de determinação, a impaciência e a irritabilidade são os sinais de que você não está agindo de acordo com a energia da primavera.

Como os olhos possuem o orifício das lágrimas, essas são ligadas a primavera assim choro em demasia ou em escassez, desencanto com a vida, sentimento de menos valia é sinal de desarmonia com a natureza da primavera idem para a pessoa que não tolera ou gosta exageradamente do vento.

Estando a energia da primavera ligada ao elemento madeira a vibração visual que a identifica é o verde se uma pessoa não gosta dessa cor ou gosta exageradamente dela isso é mostra de desequilíbrio energético ligado a primavera.

Falar aos gritos se irritar por qualquer coisinha; acordar cansado, dificuldade sexuais, distensões musculares frequentes suor com cheiro fétido, rançoso é desequilíbrio da energia da primavera.

Para ficar em acordo com a natureza da primavera devemos ir para a cama ao pôr do sol e se levantar cedo, ao sol nascente, realizar exercicios aeróbicos inspirando ar fresco, com cabelos soltos estimulando o crecimento e o desenvolvimento de tudo e todos em seus relacionamentos com o equilibrio de quem sabe o que quer.

A não observação do nosso comportamento durante a primavera cuja energia é de “Geração” ocasiona o desequilíbrio do elemento madeira que desequilibrado proporciona abertura para ataque pelo frio durante o verão isso porque o mal observador não estará preparado para o Crescer para a Colher os frutos.

Verão

O verão é quando as coisas prosperam, florescem, embelezam e dão frutos. As energias estão em alta e se exteriorizando, é hora de botar para fora purgar, limpar amar, sonhar, viver intensamente sem medo da felicidade é quando a natureza se faz mais próxima da humanidade, soe, transpire a vontade nesse período evite a todo tipo de estagnação de calor levante cedo, malhe, ponha para fora, aproveite o sol da manhã faça dietas mas a hora é de emagrecer comendo para que sua atitude corresponda a propriedade de “Crescimento” da energia do verão.

Não gostar do calor ou gostar excessivamente, não querer se relacionar com ninguém, trancar-se, deprimir-se, emitir roncos involuntários, falar em demasia, são alguns sinais de que sua energia está em desacordo com a energia do verão.

Se não seguir esse princípio você estará despreparado para à Colheita no outono.

Outono

O Outono é a época da colheita, uma vida consciente tranquila resulta de nossas ações anteriores, o outono tem as belezas do Céu refletidas na Terra desde que tenhamos respeitado as leis do verão senão a colheita será febre intermitente que se agravara no início do inverno.

A ordem do Outono é deitar e levantar cedo minimizar as aspirações conservando a paz de espírito. Uma boa colheita depende do equilíbrio do espírito e da alma para ter a força dos pulmões os desejos devem ser armazenados.

Contrariar a lei do outono é desequilibrar os pulmões e sofrer de indigestão deixando vazar o armazenamento com diarreias perdendo as energias reservadas ao inverno que se aproxima.