PRINCÍPIOS DA ASTROLOGIA E DA MEDICINA CHINESA

https://youtu.be/DluI2y5OICE Do âmago de Tao nasce a vida

É mantida pelo poder da vitalidade,

Manifestada pela materialidade,

E completada pelo livre arbítrio da vida.

(Tao Te Ching).


O Cosmo a Natureza é inteligente por isso traçou, criou, Leis que ditam como as coisas funcionam. Tais Leis são direcionadas à criatura de tal forma que a criação tem seu molde, sua Lei; mas a execução bem-feita e bem planejada depende de você, criatura!

Na natureza “nada se cria, tudo se transforma”.

O Tao produziu o Um, O Um produziu o Dois, O Dois, produziu o Três, O Três produziu todas as coisas.

Do TAO surgiu o um e essa energia única se diferencia em duas: uma Yin e outra Yang, que são simultaneamente opostas e complementares. Na medida que o Um se afasta da fonte TAO, se adensa; sua energia se centraliza e se concentra em Dois. Dois conserva o seu centro em Três. O elemento metal rompe a Terra, a vida floresce e o vento sopra na madeira em Quatro; é o movimento primavera.

No Ho Tu O 1 é Celeste o 2 é Terrestre; O 3 é Celeste o 4 é Terrestre; O 5 é Celeste o 6 é Terrestre; daí se conclui que os impares são do Céu os pares são da Terra.

Os elementais geral o movimento durante a formação planetária o mesmo movimento acontece nos fenômenos da vida, pois, na Natureza nada se cria tudo se transforma.

Os números geradores Yang determinam o complementar Yin e vice-versa.

Fu-xi a partir do entendimento do Ho-Tu orientou o povo chines em uma variedade de atos e atitudes perante a vida tirando o homem da animalidade puramente instintiva dando-lhes o despertar da vida consciente de que há uma Lei que rege todas as coisas e o conhecedor dessas Leis sabe que tudo pode mas que nem tudo lhe convém.

Associando a primavera firma com o nascer do dia, a exalação do homem anima-se;

Associando ao verão afirma que ao meio-dia, a exalação do Yang é mais abundante;

Associando ao inverno é quando o Sol se desloca para o Ocidente, o Yang declina, a sua força torna-se insubstancial e a porta da exalação fecha-se. Por isso, a atmosfera do Yang deve ser protegida contra más influências, para que estas não possam prejudicar os músculos e a carne, e as pessoas não devem expô-los ao orvalho e à névoa do anoitecer.

Se uma pessoa procede contrariamente a estas três divisões do tempo, o seu corpo exaure-se e enfraquece.

Quando o Céu está límpido com sol brilhando, o sangue flui suave e o vigor é pleno. Quando há tempo frio e nublado, o sangue não flui suave e o vigor não é pleno.

As forças da natureza e o modo como elas nos afetam são representadas no livro das mutações e interpretadas por Fu Xi como a Sequência do Céu Anterior.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo